De Onde Vêm os Cachorros?

De Onde Vêm os Cachorros?

PERGUNTA

Eu observo que meu cachorro é muito mais leal à mim e me demonstra muito mais amor do que minhas próprias filhas! Desde que ele nasceu, na minha casa, há 8 anos atrás, ele tem sido meu mascotinho e companheiro inseparável. Eu ouvi dizer que existe um planeta, só de cachorros, de onde eles vêm! Isso verdade? De onde vêm os cachorros e os outros animais? Percebo mais virtude dentre eles do que dentre os humanos!

Christina Breault

RESPOSTA

Não, isso não é verdade! Ocorre o que detalho mais abaixo. Mas antes, vou contar um fato que ocorreu comigo e vem ocorrendo!

Os cachorros, de forma geral, se o criarmos desde pequeninos, se afeiçoam à nós, pois conseguem sentir nossos verdadeiros sentimentos para com eles e, eles não costumam misturar sentimentos negativos, como raiva, ódio, vingança e etc., com o verdadeiro amor que sentem por nós! No caso deles, não é paixão; é amor mesmo! Eu havia ganhado de uma moça inglesa uma fêmea preta, de dog-alemão, não sei se você conhece. Ele parece um cão dinamarquês, é grande, vistoso, com porte eu diria atlético. Dei o nome para ela de KELLYA. Como ela sentia falta da mãe dela, a moça me aconselhou colocar junto dela um relógio despertador, para ela ouvir o seu tique-taque e pensar que a mãe dela estava por perto. Eu fiz e deu certo, ela parou de chorar! Ela cresceu e tomou conta de minha casa grande com um quintal de mais de 45 metros de comprimento por 10m de largura. Quando chegou no ponto, cruzei ela com um macho da mesma raça que encontrei por acaso. Ela tinha nove tetas, mas gerou 10 cachorrinhos pintados de branco e preto, e no momento que ela estava dando à luz, e eu ajudando a puxar os filhotes da barriga dela, estava tocando no meu rádio a suíte nº 2 do Ballet “Daphnis et Chloé” de Ravel, surgiu para nascer, e para eu puxar, uma fêmea extraordinariamente linda, toda dourada com o nariz vermelho e olhos verdes! Realmente um fenômeno de animal que veio especialmente para mim. Não deu outra, dei o nome para ela de DAPHNÈ, que é o feminino de Daphnis, e depois de amamentados doei os nove para vizinhos e amigos e fiquei com a Daphnè, que a criei com um amor e carinhos enormes e ela se afeiçoou a mim de maneira que não deixa ninguém se aproximar de mim! Ela rosnava para qualquer pessoa estranha que se aproximasse! Um dia, já em Ribeirão Preto, um vizinho se aproximou para pegar uma ferramenta de carro e levantou a mão, e se eu não a seguro ela teria abocanhado o braço do rapaz. Então eu aprendi com ela que eles, os cães se comunicam através do nariz, ou seja, eles sopram um no nariz do outro como se fosse um código Morse do telégrafo, da seguinte forma: um curto e dois longos, três longos e três curtos e assim por diante; eu conversa com ela assim. Eu a chamava através do código específico para chamar. Mas, tivemos que retornar para São Paulo e já no primeiro dia aqui na Barra Funda, houve uma tremenda tempestade que inundou todas as casas e, enquanto eu levantava os móveis da casa, a Daphné ficava no quintal com água acima da sua cabeça, e olha que ela era grande! Não tive tempo para socorrê-la, pois ela já estava sangrando pelo nariz, devido a algum produto químico que os militares colocaram para dar banho nela, quando eu viajava a deixava no canil da polícia militar! Então ela estava muito fraca e não conseguiu nadar. Eu chorava e a vi morrer ali na minha frente. Foi quando eu tive a ideia de chamá-la. Então ouvi ela dar um gemido e vi o espírito dela deixar seu corpo e vir para o meu lado! E eu chorava muito! Pedi aos meus amigos mentores que a levassem e mantivessem como guia no astral e assim o fizeram. Ainda ontem a trouxeram para me visitar! Ela continua uma coisa mais linda do mundo!

Aqui você tem meu conto, minha história verídica que, se quiser, pode publicar, se for para outros aprenderem! Eles não perdem o amor por nós nem depois de mortos!!

Sobre de onde vêm os animais …

Como eu digo em meus livros, “O habitat faz o habitante e o habitante faz o habitat”! O que significa que o Núcleo Central Cósmico Gerador das Centelhas, as fagulhas, humanas ou não, emite suas radiações continuamente sobre todo o Universo, consequentemente, sobre cada planeta que o compõe! Desta forma, antes de que cada ser humano ou não, feito de carne e osso ou não, seja gerado, foi gerado o “habitat” de cada um em seus respectivos planetas; ou seja, aquele habitat será a base ou o motivo gerador de cada ser humano ou animal e os elementais correspondentes à cada elemento, estes por sua vez serão os responsáveis pelo equilíbrio, geração e movimentação de cada elemento! Falando apenas no habitat terrestre, eu diria que, devido ao contexto habitacional da Terra, após milhares de anos de refinamento e eliminação de gazes tóxicos, o habitat começou a provocar sobre si mesmo o surgimento de partículas que já davam ensejo ao aparecimento de vida! Vida animal, terrestre e aquática e bem como a aérea. Passaram-se dezenas de anos de formação e de conformação até que um batráquio saído da água começasse a procurar vida no solo para muito depois dar origem ao ser humano! Mas, aqui vou me ater aos animais! Assim como um fruto, uma árvore, uma flor nasce num lugar e não em outro, sem que ninguém o plantasse, surgem esporadicamente e se firmam naquele lugar ou região, assim também são os animais, que surgem a partir de partículas, crescem e cruzam-se com outros dando origem a uma variedade infinita de tipos e raças e, com o passar do tempo, vão se adaptando e se firmando em suas respectivas regiões. Uns se adaptam ao intenso frio, outros ao intenso calor, outros à grande massa de água, mares e oceanos e, devido também, à influência da luz e do calor solar, ou da Lua e de suas radiações frias ou intensamente magnéticas surgem os elementos da noite que vivem e duram o tempo que a Lua brilhar no Céu, para darem lugar aos elementos gerados pelo calor e luz solar, para se eclipsarem quando novamente a Lua surge no Céu! Desta forma, teremos os lobos, os ursos, os animais selvagens, os cachorros, gatos e outros; os quais, em convivência com os seres humanos, tornam-se dóceis, mansos e domesticáveis!

O cachorro, nada mais é do que uma deformação e um alinhamento dentro da região onde se adaptou e formou sua respectiva raça! Assim temos raças inglesas, francesas, alemães, americanas, brasileiras, chinesas, japonesas e de muitas outras regiões e países, cada uma com suas características particulares e peculiares! Sendo que algumas mostram um grau de acuidade e inteligência fora do comum, parecendo entender a linguagem humana e demonstrando até um certo raciocínio e discernimento, mesmo entre os seus iguais!

Os Gatos também, da mesma forma, com uma diferença a ser notada que é a de que por ser o gato um animal mais noturno, mais lunático, ele adquiri percepções psicossomáticas, tendo uma certa leveza e sutileza, cujos proprietários, e até a Ciência e especialistas, dizem que eles têm “um certo sexto sentido”. Isto é devido aos seus costumes noturnos, possuindo seus olhos afeitos à escuridão, o que lhes dá grande vantagens aos cachorros e aos outros animais caseiros!

Tenho certeza absoluta que esses animais, cachorro e gatos por terem costumes diferentes, não parecem ser muito amistosos entre si, a não ser quando colocados juntos em suas primeiras infância, quando são obrigados a se acostumarem a mamar juntos, por vezes nas testas da mesma mãe, devido à várias circunstâncias! Desta forma, crescendo juntos e se desenvolvendo junto, igualmente se tornarão amigos inseparáveis! Há quem afirme que as bruxas ou feiticeiras da Idade Média se utilizavam desses animais e do pássaro Corvo para suas ilações de magias de todos os tipos, tanto Magia Branca quanto Magia Negra! Enquanto o cachorro, por não ter essas tendências psicossomáticas, fica apenas como companheiro inseparável de seus donos, lhes ficando uma fidelidade à toda prova! Penso que procurei explorar o que conheço sobre esses animais! Entretanto, se surgirem novas perguntas, por favor as faça que responderei!

Abraços,

DYezzi::., São Paulo, Brasil

Quiromancia Védica com Chris Breault: Leitura Personalizada da Mão, Dedos, Montes e Linhas e Mais!
Curso Online de Quiromancia Védica: Introdução e Princípios • Unhas, Dedos e Polegar • Mãos e Montes • Linhas, Símbolos e muito mais!
Curso Online de Astrologia Védica: Princípios Védicos, Planetas nas Casas, Efeitos dos Signos, Nakshatras e muito mais!
Serviços de Webmaster
Autor Contatado Domings Yezzi com Informações Literalmente Fora Deste Mundo e Respostas Incríveis!

Deixe um comentário